Dicas de português para aplicar no trabalho

Dicas de português

Veja a seguir algumas dicas para não cometer mais nenhum erro no trabalho.

1. Acidente x incidente: Acidente é um acontecimento infeliz, um desastre. Já incidente se refere a um evento ou acontecimento imprevisto.

2. A fim x afim: A fim significa ‘com o objetivo de’. O adjetivo afim indica ideia de afinidade, semelhança, parentesco.

3. À medida que x na medida em que: À medida que indica ideia de proporção (equivale a ‘à proporção que’). Na medida em que indica ideia de causa, equivalendo a ‘porque, visto que…’.

4. Ao encontro x de encontro: Ao encontro quer dizer ‘em favor de, na direção de’. De encontro significa ‘contra, no sentido contrário, em contradição’.

5. Ao invés de x em vez de: Ao invés de significa ‘ao contrário’, expressão que indica oposição entre dois termos. Em vez de significa ‘em lugar de’.

6. Demais x de mais: Demais significa ‘em demasia, em excesso’, enquanto de mais, escrito separado, quer dizer ‘a mais’, o contrário de ‘de menos’.

7. Dentre x entre: Contração das preposições de + entre, Dentre equivale a ‘do meio de’ e geralmente acompanha verbos que indicam movimento (e que pede a preposição ‘de’, como saltar, partir, sair, surgir…). Nos demais casos, usa-se entre.

8. Descrição x discrição: Descrição é o ato de descrever. Discrição é a qualidade de quem ou do que é discreto.

9. Eminência x iminência: Eminência designa a qualidade daquilo que é eminente, ou seja, alguém ou alguma coisa superior, ilustre ou exemplar. Já iminência refere-se a algo que está prestes a acontecer.

10. Fluir x fruir: Fluir significa escorrer, escoar, passar o tempo, correr em estado fluído. Já fruir significa usufruir, desfrutar, gozar de algo ou de uma situação.

11. Há x a: Para indicar tempo passado, usa-se há. Para indicar tempo futuro, usa-se a.

12. Há menos de x a menos de: Há menos de equivale a ‘faz menos de’ e indica tempo passado. A menos de é usado para indicar distância ou espaço de tempo futuro.

13. Emergir x imergir: Emergir é ‘vir à tona, aparecer, manifestar-se’. Já imergir é o oposto e significa ‘afundar, mergulhar, submergir’.

14. Incipiente x insipiente: Com a letra C significa algo que se inicia, que está no começo, que é principiante. Com a letra S significa ‘que não tem sensatez nem prudência, ignorante, sem juízo’.

15. Infligir x infringir: Infligir refere-se a impor ou aplicar pena, punição. Infringir, por sua vez, é cometer uma infração, violar, transgredir.

16. Ir ao encontro de x ir de encontro a: Ir ao encontro de é ‘ir na direção a, ir a favor de’. Já ir de encontro a é ‘ir contra, chocar-se com, contrariar’.

17. Mal x mau: Mal opõe-se a ‘bem’ e pode ser substantivo ou advérbio. Mau é o contrário de ‘bom’, sendo sempre adjetivo.

18. Mais x mas: Mais é o contrário de ‘menos’. Mas quer dizer ‘porém, todavia, contudo, no entanto, entretanto’.

19. Nenhum x nem um: Nenhum é pronome indefinido, significa ‘nulo, inexistente’. Nem um significa ‘nem sequer um, nem mesmo um’.

20. Onde x aonde: Usa-se onde apenas com referência de lugar. Aonde acompanha verbos de movimento, que regem a preposição a (ir, chegar, dirigir-se, levar…).

21. Por causa de x por causa que: O correto é dizer sempre por causa de, que significa ‘por motivo de, devido a, em consequência de’. Por causa que é vetada pelos gramáticos.

22. Por que x porque x por quê x porquê: Por que pode ser usado em três situações: para introduzir uma pergunta, quando a palavra ‘motivo’ está subentendida ou quando equivale a pelo qual, pela qual, pelos quais e pelas quais. Porque introduz as ideias de causa e explicação, equivalendo a ‘pois, uma vez que, já que’. Por quê, separado e com acento, é usado no fim de frases, concluindo uma pergunta. Porquê, junto e acentuado, é aplicado quando substantivo, como sinônimo de ‘causa, motivo, razão’.

23. Preeminente x proeminente: Preeminente significa ‘superior, eminente, que se distingue’, já proeminente significa ‘que tem protuberância, saliente, que se eleva acima do que está em volta’.

24. Seção x sessão x cessão: Seção equivale a ‘divisão, segmento parte de um todo’. Sessão é o tempo que dura uma reunião, uma assembleia, um trabalho ou espetáculo. Já cessão é ato ou efeito de ceder algo em favor de outrem.

25. Se não x senão: Se não, separado, equivale a ‘caso não, quando não’. Senão, junto, significa ‘caso contrário, a não ser, mas’, podendo significar também ‘defeito, falha’.

26. Sob x sobre: Sob significa ‘debaixo de’ e transmite a ideia de posição inferior. Por sua vez, sobre exprime a ideia geral de ‘em cima de’, e pode significar também ‘a respeito de’.

27. Tacha x taxa: Tacha é um pequeno prego de cabeça larga e chata, enquanto taxa refere-se a ‘tributo, tarifa, valor cobrado por um serviço’.

Compartilhe: